Diego Poncell   |   info@diegoponcell.com

curso zbrush
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

ZBRUSH 2019 - NOVOS RECURSOS

11.03.2019

 

Em 6 de março foi lançado o ZBrush 2019, com novidades importantes em basicamente quatro áreas:

 

* Modelagem com o “Spotlight v2.0” mais “Snapshot3D” e “ZRemesher 3.0”.


* Workflow com “SubTool Folders” e “Universal Camera”.


* Render com o “Non-Photorealistic Rendering” e opções de salvar/carregar configurações.


* Preço com as opções de assinatura, mantendo a opção de compra perpétua.

 

Abaixo, abordo cada uma das principais novidades:

 


SubTool Folders


Não poderia começar falando de outra coisa que não fosse as tão aguardadas “Pastas”! Sim, desde que foi adicionado o recurso das “SubTools” há muitos anos, que praticamente todos nós usuários de ZBrush sentíamos falta de uma melhor organização.


Agora finalmente ela não só chegou como também tem uma função tão importante, (ou mais) que deixar as “SubTools” organizadas, que é a imensa facilidade de manipular vários objetos ao mesmo tempo.  


Podemos definir com um clique que todos os objetos contidos em uma pasta seja manipulado pelo “Gizmo” como se fosse um só. Mas também permitindo adicionar ou retirar pastas! Ou seja, a flexibilidade de manipulação de grupos de objetos agora ficou realmente simples.


Vale mencionar também algumas opções interessantes de pastas, como duplicar, fazer operação booleana, mesclar os objetos, ligar e desligar “Polypaint”, dentre outras.

 

 

Universal Camera


Essa é outra grande adição que irá melhorar muito o fluxo de trabalho, principalmente de integração com outros softwares.


Com a nova câmera 3D baseada em comportamento real, podemos criar composições com absoluta precisão, sem ter que ficar tentando ajustar no olho.


Mas além disso, também é útil para podermos modelar vendo a exata distorção de perspectiva que iremos usar no nosso software de render externo.


Outras opções interessantes é a capacidade de desfazer/refazer (Undo/Redo) e salvar as vistas sem ter que fazer a “gambiarra” da “Timeline”.


A câmera pode ser exportada e importada usando o plugin “FBX ExportImport”.


Por padrão a nova câmera já está ativada, mas podemos ajustar suas configurações na paleta “Draw”.


Se tem interesse em integração do ZBrush com outros softwares, de 8 a 14 de abril estarão abertas novas vagas para o meu curso: "Workflow: ZBrush - Blender - Cycles". Clique AQUI para mais informações.

 


Spotlight v2.0 with Snapshot3D

 

O "Spotlight" foi atualizado para que agora não só consiga projetar cores e detalhes nos modelos 3D, mas também criar modelos 3D! Através de uso de alphas com um tipo de operação booleana 2D é possível criar inúmeras formas antes de transformá las em 3D com um clique.

 

Além disso, ainda podemos optar por usar em conjunto com o “Live Booleans” para criar e editar formas 3D ainda mais complexas de forma não destrutiva!

 

A modelagem “hardsurface“ no ZBrush ganha mais um poderoso recurso, de fácil usabilidade e grandes possibilidades.

 

 

ZRemesher v3.0

 

Confesso que quando foi anunciado que teríamos novidades em uma das melhores ferramentas de retopologia automática do mercado, imaginei que seria adicionado funções que melhorasse ainda mais o fluxo poligonal de malhas orgânicas.

 

Porém, o fato de ainda ter a opção de usarmos a versão anterior é devido a que em alguns casos, para modelos orgânicos, o "ZRemesher 2.0" ainda se sair melhor.

 

O que temos nessa versão 3.0 do "ZRemesher" é um novo algoritmo com cálculos mais precisos para modelos “hardsurface”. Mas infelizmente nos testes que fiz, nem todos os modelos ficam com resultado satisfatório.

 

Apesar de que para modelos mais simples ele se sair muito melhor do que na versão anterior, (o que já é bem vindo) ainda é cedo para ter uma conclusão sobre o quanto essa nova versão irá melhorar o fluxo de trabalho na prática.

 

 

Non-Photorealistic Rendering (NPR)

 

Esse é um dos recursos que mais me surpreendeu pela qualidade que consegue transformar um modelo 3D em uma ilustração 2D muito próxima ao que seria feito a mão!

 

Basicamente eles turbinaram o "BPR Filters" para conseguir expandir os efeitos ao ponto de ter uma variedade praticamente ilimitada de possibilidades.

 

Como esses filtros usam várias informações do modelo 3D, como profundidade, contorno, cavidades dentre outros, dificilmente veremos efeitos como esses em aplicativos 2D tradicionais.

 

É uma variedade muito grande de filtros que podem ser misturados facilmente através do gerenciador de filtros. Que permite carregar, salvar, copiar, cortar, inserir e resetar.

 

Outra adição muito útil ao render do ZBrush é a possibilidade de salvar e carregar as configurações, (incluindo os "BPR Filters") evitando ter que configurar o render a cada novo projeto.

 

 

Intersection Masker

 

Esse é um plugin que permite criar máscaras a partir da interseção de duas geometrias em uma "SubTool", é útil para criar máscaras complexas com um clique.

 

 

ZColor

 

Esse plugin eu já tinha instalado desde a versão passada, pois é muito útil e agora já vem instalado por padrão.

É basicamente um gerenciador de paleta de cores, o que é essencial para quem precisa trabalhar com cores exatas.

Com ele é possível criar, salvar, carregar, anexar e até mesmo importar paletas de cores já existentes nos formatos "ACO" ou "ASE".

 

 

Outras adições e mudanças

 

Dentre as novidades principais sempre tem adições e mudanças menores, mas que podem ser bem úteis também, como o “Tool” > “SubTool” > “Visible Count”, que permite definir a quantidade de “SubTools” que aparece visível ao mesmo tempo.

 

“Tool” > “Deformation” > “Repeat to Folder”, executa o último deformador usado, em todas as “SubTools” de uma pasta.

 

“Render” > “BPR RenderPass” > “Composit”, que é mais um “pass” com a imagem final composta, incluindo os "BPR Filters". Antes tínhamos que ir na paleta “Document” e clicar em “Export” para exportar separadamente a imagem composta.

 

 

Preço

 

Para quem não recebe em dólar, o ZBrush continua caro, $895,00, o que convertendo hoje da quase R$3.500,00!

A novidade agora é a possibilidade de subscrição, tanto mensal por $39,95 ( ≌ R$154,00 ) ou semestral por $179,95 ( ≌ R$695,00 ).

 

Apesar de que os valores de subscrição não estão lá muito baratos, principalmente para quem está começando na área e ainda não consegue gerar renda através do trabalho, novas opções são sempre bem vindas.

 

De qualquer forma, para quem está começando e não tem condições mesmo de adquirir o ZBrush, ou até mesmo para quem já possui mas quer ver outras alternativas de escultura e 3D em geral, em breve trarei novidades sobre isso! ;)

 

Infelizmente um recurso muito esperado ficou de fora, que é o novo sistema de mapeamento UV! Foi adiado sem previsão de lançamento. Vamos torcer que saia antes do ZBrush 2020.  

 

Bom, no geral é isso aí, espero que o artigo seja útil para você.

Comente aí o que achou das novidades.

Até a próxima…

Abraço.

Please reload

Deixe seu comentário